Contagem regressiva para Expedição Interoceânica

mapa

Serão 13 mil quilômetros em 30 dias

Não tem nada a ver com Buenos Aires, mas vejam só que projeto legal.

No dia 27 de dezembro desse ano, um grupo de 15 pessoas vai partir de Brasília rumo ao Peru, percorrendo a Rodovia Interoceânica – uma estrada que liga a cidade de Rio Branco, capital do Acre, no Brasil, aos portos de Ilo, Matarani e San Juan, no país vizinho. Serão 13 mil quilômetros em 30 dias.

A rodovia, também chamada de Carretera Interoceanica Sur pelos peruanos, tem 2.600 quilômetros e está em fase final de conclusão. É um mega projeto dos dois países, com custo total estimado em 1,8 bilhão de dólares.

dsc08266

A equipe e suas máquinas

O objetivo da “Expedição Interoceânica: “O Encontro dos Povos” é observar o impacto sócio-econômico e ambiental nessa região após a construção da estrada, que passa, vejam só, por pelo menos oito reservas florestais onde vivem cerca de 51 povos indígenas!!

Segundo os governos, o corredor viário possibilitará acesso brasileiro aos portos peruanos no Oceano Pacífico, sendo um novo canal para exportações e também para o turismo dos dois países.

Mas o outro lado da moeda é que, nem terminada ainda, em função da estrada já existem registros da ação danosa de madeireiras clandestinas invadindo as reservas indígenas, também de conflitos entre fazendeiros, posseiros e garimpeiros. Há a possibilidade de que esteja sendo formada aí uma nova rota de contrabando e tráfico e ainda e de exploração dos recursos naturais de forma ilegal .

Entre a equipe está Ruy Baron, um grande amigo, excelente fotógrafo, amante de Land Rovers e de viagens de aventura. O que significa que ele deve estar com um sorriso de orelha a orelha nesse momento, mergulhado em GPSs e palms. Dessa viagem irão resultar um livro de fotografia e um documentário.

A expedição já conta com o apoio da Embaixada do Peru, da Andrade Gutierrez, da Ford do Brasil , da Green Meeting, Unieuro. Mas outros parceiros, claro, serão bem-vindos.

Todas as informações da viagem, equipe, patrocinadores e história da rodovia vocês podem encontrar no blog da expedição.

Pé na estrada, galera!!!

3 Comments

  • primeirofilme disse:

    Que legal esta matéria!
    Aos poucos a América do Sul vai perdendo a vergonha e se conhecendo melhor.
    Somos um só povo e quanto mais unidos e bem intencionados faremos com que os aspectos positivos se sobreponham aos negativos.
    Sou muito grato de fazer parte desta empreitada e fico feliz também em saber que este blog está localizado em Buenos Aires, cidade onde passei toda minha adolescência e mantenho diversos amigos.
    Obrigado e parabéns pelo blog!
    Peter

  • Muito boa sua matéria amiga!
    Em breve desbravaremos um pouco mais dessa linda e intrigante América do Sul com seus povos indígenas e mestiços. Esperamos que essa viagem seja de muitos pontos positivos e que os negativos se percam no caminhar da história.
    Um grande abraço e parabéns pelo blog.

    Lucio Palheta

  • Reconhecer as trilhas, Em algum lugar de um passado que ainda não reconhecemos estava lá o Peabiru, a rede de Caminhos. Tudo ficou no passado. Se fazer reconhecer o presnte e o Futuro é o que pretende esta Expedição. Bravos viajantes, Aguardaremos Este trabalho que já está sendo incrível pra voces e pra nós, Esta é a nossa História!

Deixe uma resposta para expedicaointeroceanica Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *