Dicas de Mendoza – Um passeio pela cidade

*POST ATUALIZADO EM MAIO DE 2014

mendoza-parque.jpg

Parque Independência (Foto: Gisele Teixeira)

 

A cidade de Mendoza fica na província de Mendoza, sendo a capital e a maior cidade junto à Cordilheira dos Andes e muito próxima da fronteira com o Chile. É a quarta maior cidade argentina e está a cerca de 1158 km da capital Buenos Aires e a 365 km da capital chilena Santiago. Mendoza está localizada em uma região de clima semidesértico, toda arborizada com muitas praças e parques, que depende do degelo das montanhas para ter água em seus rios que abastecem a cidade. 

[headline]Se não fosse pela mão do homem,  Mendoza seria um grande deserto![/headline]

Como chove apenas 200 mm por ano na região, toda a água consumida pelos mendocinos vem do degelo da Cordilheira dos Andes durante os meses de verão.

mendoza-acequias.jpg

Como as acequias (que estão secas agora em maio) ficam no verão

Essa água é armazenada e depois distribuída em conta gotas no resto do ano.

Em paralelo às calçadas, por exemplo, eles fizeram umas valas, chamadas “acéquias” por onde corre a água que rega as árvores de Mendoza (basicamente plátanos) e depois segue para os vinhedos.

O sistema vem do tempo dos Incas.

[headline]Cuidado parar não tomar muito vinho e cair num destes buracos!!![/headline]

mendoza-cerro-de-la-gloria.jpg

Cerro de la Glória (Foto: Eduardo Baro)

A cidade foi fundada em 1561 e foi onde o general San Martin preparou o famoso “Cruce de los Andes”, entre 1814 e 1817.

Mas pouco sobra dessas fases, já que Mendoza sofreu um terrível terremoto em 20 de marco de 1861.

Nessa época do ano, tem sempre um cheirinho de lenha no ar.

É que até hoje eles usam madeira para fazer os assados e para calefação.

Um dia é suficiente para conhecer o básico da cidade, como a Plaza Independencia, o Parque General San Martín e o Cerro de La Gloria, já que  os vinhedos, as bodegas e os locais para se desfrutar do turismo de aventura estão nos arredores.

[headline]E entre meio dia e cinco da tarde o comércio fecha as portas, sabiamente, para a siesta.[/headline]

City tour por Mendoza

A gente fez tudo a pé, mas dá para fazer de ônibus, com o MENDOZA CITY TOUR (75 pesos em maio de 2014). Mas cuidado: não sai todos os dias, melhor conferir no site. 

mendoza-city-tour.jpg

City tour cobre todos os principais pontos

 

A prefeitura de Mendoza também promove uns passeios em bike, grátis, mas em datas específicas que é preciso conferir no SITE DA CIDADE, onde você pode também espiar  agenda cultural.

Como ponto alto destaco o PARQUE INDEPENDENCIA, gigantesco, desenhado pelo paisagista Carlos Thays (o mesmo do parque de Palermo), em 1896.

Tem mais de 350 hectares, com caminhos idílicos e cerca de 300 espécies de plantas e árvores. Para entrar, a gente passa por um portão enorme (para mim, meio brega), feito inicialmente para o sultao turco Hamid II. Ninguém me explicou como ele foi parar em Mendoza…

À medida que se vai caminhando, também se vai subindo. Até chegar ao CERRO DE LA GLORIA, a 960 metros acima do nível do mar, onde há uma bela vista da cidade e onde foi erguido um  monumento ao General San Martín, libertador da Argentina, Chile e Peru.

Quem não quiser subir o cerro a pé, pode tomar uma das vans que se encontram na base (8 pesos). A gente fez isso porque estava frio e chuviscando.

Novidade em Mendoza: o mirador!

Outro passeio bacana é ver Mendoza de cima, no TERRAZA JARDIN MIRADOR, que permite ter uma vista 360 graus da região. A entrada é gratuita e ele funciona de segunda à sexta das 9:00h às 14:0hh e nos sábados e feriados das 10:o0h às 13:00h.

 

mendoza-mirador.jpg

Super didático. Fotos Gisele Teixeira

mendoza-mirador.jpg

A visão é de 360 graus

mendoza-mirador.jpg

Terraza tem esculturas de artistas locais

 

Vale a pena também dar uma chegada no MUSEU DE ARTE MODERNA, pequeno, mas interessante. E ainda passear por algumas das cinco praças da cidade: Plaza Independencia (a principal, que fica no coração de Mendoza), Plaza Italia, Plaza Chile, Plaza España, Plaza San Martin. 

mendoza-praca.jpg

Todas as praças ficam lindas no outono!

 

Se você gostou deste post, curta a página do AQUÍ ME QUEDO NO FACEBOOK!

Todos os posts sobre Mendoza

MENDOZA – ONDE SE HOSPEDAR

MENDOZA – UM PASSEIO PELA CIDADE

MENDOZA – O PASSEIO PELAS ALTAS MONTANHAS

MENDOZA – PELAS BODEGAS NUMA VAN

MENDOZA – PELAS BODEGAS EM BICI 

MENDOZA – OS RESTAURANTES

MENDOZA – PARA ENTENDER AS BODEGAS

MENDOZA – 50 TONS DE OUTONO

MENDOZA – CAVALGADA CAMPESTRE AO ENTARDECER

2 Comments

  • Anamaria Rossi disse:

    Meninos, a série Mendoza-Malbec está di-vi-na! Guardem os mapinhas, plis, que mais adiante eu vou “colar”.
    Ah! E guardem também unas botellas, claro!
    Beijos.

  • Oi Gente de aquimequedo, ficamos muito gratos pelo comentário sobre a Trout & Wine como escolha de passeios de vinhos mais pessoalizados em Mendoza.

    saludos!
    A equipe de Trout & Wine, Mendoza, Argentina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *