MAIS AMOR, MENOS MOTOR

Um absurdo o que aconteceu ontem à noite em Porto Alegre.

Um motorista atropelou 16 ciclistas que participavam do passeio promovido pelo Massa Crítica, movimento que estimula o uso da bicicleta e se reúne, todas as sextas-feiras, para pedalar pelas principais ruas da capital gaúcha.

Oito das vítimas foram encaminhadas para o o Hospital de Pronto Socorro, sendo que uma permanece internada, em estado grave.

O motorista de um Golf preto teria pedido passagem pelo meio das bicicletas e, como não foi atendido, acelerou e investiu contra o grupo de ciclistas. Na verdade não foi um atropelamento, e sim uma tentativa de homicídio, como se pode comprovar no vídeo abaixo.

O carro foi encontrado pela polícia, abandonado, em uma rua de Porto Alegre. Segundo a imprensa gaúcha o proprietário do veículo se chama Ricardo Neis, tem 47 anos e mora na região central da cidade, mas ainda não foi localizado.

Participo todos os meses do Massa Crítica de Buenos Aires. É bom que fique claro que o passeio não é de atletas. Reúne pessoas de todas as idades, inclusive crianças e idosos. Todas juntas para celebrar o pedal.

Aqui os passeios são aos domingos, dias em que, teoricamente, o transito está mais tranqüilo. O problema é que as pessoas andam muito estressadas e não relaxam sequer nos finais semana. A disfunção é muito maior do que a gente pensa.

O site do Massa Crítica POA está cheio de depoimentos. É hora de fazer barulho e exigir lugar para as bikes na cidade. Mais amor. Menos motor.

Quem puder participar, vá a assembléia da Massa que será realizada na Cidade da Bicicleta (Rua Marcílio Dias, 1091), amanhã, dia 27/2 às 17h.

7 Comments

  • Gisele, você teria o link para a notícia onde aparece o nome do dono do carro transformado em arma de destruição em massa?

    • Gisele Teixeira disse:

      A informacao está no site do Terra.
      http://noticias.terra.com.br/brasil/transito/noticias/0,,OI4963539-EI998,00-Motorista+atropela+grupo+de+ciclistas+fere+e+foge+no+RS.html
      Na verdade é só colocar o nome dele no Google que aparece vários jornais em que ele é citado.

      Te envio também um novo vìdeo, que vem sendo divulgado, mas que nao vou colocar na pàgina pelo teor das imagens, que sao muito chocantes.

      • Obrigado, Gisele. Logo depois, uma tia me deu essa informação, também. O que eu agora não consigo descobrir é o que o sujeito faz da vida, se é político, se tem cargo público importante, ou se é um zé-povinho igual a mim 🙂

  • Ricky disse:

    Quase tão grave quanto essa tentativa de homicídio é a cegueira de um delegado que ainda parece sugerir que as vítimas é que causaram o múltiplo atropelamento. Ao acusar o Massa Crítica de não ter pedido autorização para o passeio, ele revela que tipo de viés dará ao inquérito. Parece resquício daquele famigerado governo estadual que via qualquer movimento social como caso de polícia.

  • Pensador disse:

    Absurdo, nunca vi cenas assim nem em filmes de horror…só para complementar, sim, já se pode perceber uma GRANDE reticência das autoridades policiais, em jogar na cadeia o canalha insano que atropelou – não, TENTOU ASSASSINAR – vocês. Deve ser parente de algum f.d.p. que se acha acima de todos, vocês vão ver. Isso aí, se houvesse isenção, seria tentativa de homicídio duplamente ou triplamente qualificada, e o desgraçado já devia estar com prisão preventiva decretada…que VERGONHA para as “autoridades” de Porto Alegre.

  • Pensador disse:

    Ah, e o nome do monstro é Ricardo José Neif, 47 anos…li que mora na região central aí de POA.

    Que seja encarcerado como SERIAL KILLER que tentou ser, fique até os 120 anos apodrecendo na cadeia, canalha!

  • ARNALDO SENA DOS SANTOS disse:

    Sou Ciclista e rodo 56 km diários com minha bike e devo denunciar que assim como é bom falar de proteção de animais e proteger árvores e baleias,e se dizer adépto ao hábito de pedalar. Os Politicos não agem após eleitos como prometem e até andam de bike…o fato é que o motorista comum reclama do motoqueiro,reclama do caminhoneiro,reclama do ciclista e chingam os pedestres. o fato é que o motorista comum é sempre vitima,mas por que seria que o resto do mundo está errado !? na verdade o motor dá a sensação de poder e que assim pode subjugar o menor e sem motor …ou seja quem anda de bike e á pé esta ferrado e não é minoria ..falta amor e Jesus no coração ,pois todos nós quando crianças sonhamos com uma bike no natal…e criança sabe o que é bom !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *