Reveillón em Buenos Aires 1

Astrid & Gastón: Sempre entre os melhores do mundo

Comecei a fazer uma pesquisa sobre as opções de fim de ano e já recebi duas sugestões de ceia para o Ano Novo em Buenos Aires. Vou publicando aos poucos, no ritmo em que chegam os retornos. Importante: não conheço todos os lugares. Vou postando o que me chega e me parece de boa qualidade.

Astrid & Gastón. Esse excelente restaurante peruano oferece menu de 350 pesos para Natal e Ano Novo (120 pesos para crianças), que será  servidos nos elegantes salões do petit hotel de 1920 onde funciona, num super clima Belle Epoque. À meia noite, todos seguem para o recém inaugurado espaço Catena Zapata, no jardim, para contemplar os fogos.

Os clientes serão recebidos com pisco sour e ao deixar a casa levam de lembrança um pequeno pan dulce.  No Natal, o menu inclui “ensalada de vegetales y hongos con magret de pato, y un carré de cerdo en salsa de naranja con vegetales baby como plato fuerte”. Na noite de 31, “un delicioso tiradito de atún laqueado, con un mero a la plancha u horno con endivias en salsa de zanahoria y coco como principal”.

Endereço:  Lafinur 3222, Palermo.

Informes e Reservas antecipadas (50% contado o con tarjeta): 4802-2991. Ou pelo email info@astridygastonarg.com.ar – Aceitam todas os cartões de crédito.

Sette Bacco. Restaurante italiano que fica numa antiga casa da Recoleta, com menu de 495 pesos, pero com quatro passos e baile! Além de vinhos e espumantes Catena Zapata incluídos. Menu todo explicadinho abaixo. O lugar me pareceu um charme!

Opção na Recoleta com dancinha no final!

5 Comments

  • Elvira disse:

    Ótimo post, muito oportuno mesmo!

  • Valéria Ribeiro disse:

    Cara Gisele,

    seu blog é super bacana! É como você falou mesmo: Revéillon em BA não tem muito agito, mas é legal para passar com a família, amigos ou in love. Passei o penúltimo (2009/2010) em Buenos Aires, no Hotel Hilton. Tinha preço mais acessível que o Faena e o Alvear – talvez um pouco menos de glamour, o que considero totalmente dispensável levando-se em conta que Buenos Aires em si já tem glamour próprio, e tinha um grupo de jazz muito bom! Mas o melhor mesmo estava do lado de fora: fogos no Puerto Madero, champagne, e um vento fantástico que vinha do Rio da Prata pra espantar as ziquiziras do ano velho.
    Gracias pelas dicas!!!
    Aliás, você já tem alguma programação cultural pra janeiro em BUE?

    Abraço,

    Valéria Ribeiro

    • Gisele Teixeira disse:

      Valéria, ainda não tenho nada de janeiro, mas como vou estar aqui, vou publicar novidades, com certeza. Também vou ver a programação do Hilton para deixar como dica aqui. Gracias pela leitura e pela dica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *