7 Cajas: o fenômeno de bilheteria que vem do Paraguai

7 Cajas

Cartaz em português

Um filme Paraguaio, rodado com baixo orçamento e falado em yopará – mescla entre os idiomas guarani e o espanhol.

Tinha tudo para dar errado. Só que não!

7 CAJAS, longa-metragem paraguaio produzido e dirigido por Juan Carlos Maneglia e Tana Schembori já foi visto por mais de 350 mil pessoas em seu país de origem.

A marca bate Titanic, até pouco tempo o  filme mais visto na história do Paraguai, com 150 mil espectadores.

E mais: o filme vem causando furor por onde passa. Na cena internacional, foi mostrado em 150 festivais e já ganhou 35 prêmios!

Em Buenos Aires, está há seis semanas em cartaz, com filas diárias nos dois únicos cinemas que se atreveram  a mostrar uma obra de um país tão pouco conhecido no meio cinematográfico – Bama e Artplex Belgrano.

Ontem a gente foi ver o filme e – surpresa – estavam na mesma sessão o diretor e um dos principais atores. Eles contaram que a filme provocou muita mudança no país. Para vocês terem uma ideia,  durante toda sua história, o Paraguai produziu apenas 25 filmes! Neste momento há seis em filmagem, que chegaram na carona de 7 Cajas!

O país também começa a se mexer para ter uma legislação e incentivos para o setor, o que era impensável até pouco tempo. “Creo que pronto tendremos una ley de cine. Mucha gente en mi país se ha dado cuenta con 7 Cajas de que el cine es una herramienta cultural muy poderosa”, disse ontem o diretor.

Boa notícia: o filme está na Made in Paraguai – Mostra de Cinema Paraguaio – este mês, em São Paulo e no Rio de Janeiro. Em SP, de 11 a 17 de setembro, e no Rio de 16 a 21. 

Vamos à sinopse:

7 Cajas2

Problemas!

O enredo do longa-metragem se passa em 2005 e conta a história de Víctor, um carregador de caixas (carretillero) que trabalha no Mercado 4, em Assunção.

São oito quadras por oito quadras onde se vende de tudo!

O dia-a-dia do mercado é competitivo e há milhares como ele esperando para levar as compras dos clientes em troca de uma pequena remuneração. Um dos sonhos do garoto é comprar um celular com filmadora, que na época custava uma fortuna.

Um dia ele recebe uma proposta que pode ajudá-lo a concretizar seu objetivo: transportar 7 caixas, cujo conteúdo ele desconhece, em troca de 100 dólares. Ele recebe metade da nota como antecipação. A outra parte, só no final com  missão cumprida.

mercado 4

Vista aérea do Mercado 4 “de verdade”

É aí que começa a correria e a perseguições, uma paródia ao cinema americano, só que carrinhos de mão no lugar do carrões dos filmes made in EUA. Apesar da miséria do lugar, o filme é super divertido. 

Por fim, outro feito do filme: foi não ter sido pirateado no Paraguai. Não é um feito menor!

Como foi filmado no mercado, onde justo são vendidas todas as falsificações, os camelôs se sentiram identificados e se comprometeram a não vender o filme enquanto ele estivesse em salas comerciais.

E para quem perguntava pela cópia, diziam: No vendemos 7 Cajas. No insista, carajo!

Trailer em português e espanhol

 

 

https://www.facebook.com/7cajas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *