Conheça o Museu Maradona e viaje aos anos 80!

Allsport UK /Allsport
Allsport UK /Allsport

 

Agora o passeio ficou completo!

Não bastassem as visitas guiadas aos estádios de Boca Juniors e River Plate, agora os fanáticos por futebol têm mais uma razão para vir a Buenos Aires: o Museu Maradona. A casa onde o craque Diego Maradona viveu por muitos anos, no bairro de Paternal, abriu ao público na semana passada. Emoção para quem adora o jogador, como eu!

museu-maradona-quarto

Foto @aaajoficial

Museu Maradona

A intimidade do ex-capitão e técnico da seleção Argentina pode ser “espiada” por meio dos móveis originais, fotografias e cerca de 2.000 objetos de todos os tipos. Disco, ornamentos, móveis, pratos, copos, espelhos e azulejos refletem perfeitamente o estilo de vida que o tempo e, dado o contexto que que Maradona com 18 anos. 

Foto EFE/David Fernández

Foto EFE/David Fernández

museu-maradona-aajoficial

Foto @aaajoficial

O proprietário do museu é Alberto Perez, ex-diretor do time Argentinos Juniors, que assinou o primeiro contrato com o jogador, e agora adquiriu e recuperou o imóvel onde Maradona viveu de 1978 a 1989. “O mais importante é o cheiro da casa, o resto a gente armou com uma grande quantidade de objetos originais e algumas réplicas, porque já se passaram muitos anos”, disse à agência EFE.

museu-maradona-cozinha

Foto @aaajoficial

Conheça também o Hotel Boca 

A casa, de dois andares, fazia parte do primeiro contrato de Maradona com o Argentinos, há 40 anos, e foi dada a ele uns dias depois de o jogador completar 18 anos. “Os anos em que viveu aqui talvez tenham sido a parte mais romântica de sua vida, sua melhor época”, disse Perez. Nesta época, o jogador vivia com a mãe, Dona Tota, que morreu emfuteolf 2011.

O lugar onde é hoje o Museu Maradona teve vários inquilinos, que sequer desconfiavam que estavam morando na antiga casa do craque. A cozinha tem a mesa original e, entre outras raridades está a camisa com a qual Maradona deu a volta olímpica em Nápoles, uma réplica de uma de suas motos e uma bicicleta, além dos discos que escutava, seu perfume e suas bebidas favoritas. O dirigente tomou como base fotos antigas do jogador para remontar a casa o mais próximo possível do original. Parece que deu certo!

A visita é gratuita. O endereço do Museu Maradona é  Lascano 2257

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *