Uma espiada nos consultórios “psi” de Buenos Aires

Os consultórios de terapias psicoanalíticas são espaços muito significativos na cidade de Buenos Aires. A psicanálise faz parte do “folclore” portenho e foi inclusive tema da minha primeira coluna no Blog do Noblat, em 2009. Adoro este tema.

1979566_10152276309734513_2010776439_n

 

Por isso escrevo hoje sobre um trabalho que e chama Interiorismo en Terapia da arquiteta Marina Zuccon, e reflete as diferentes tipologias desses ambientes onde os portenhos revelam suas intimidades e aspectos cotidianos de suas vidas privadas.

Ela fotografou quase 50 consultórios e salas diferentes durante um ano e o resultado são 29 imagens, acompanhadas por frases dos profissionais entrevistados. A idei era buscar quais são as qualidades destes ambientes, que parecem não ter um lugar próprio e pertencer a um espaço indefinido entre a vida privada e a pública.

 

 

CONSULTORIOS-PSI-investigacion-testimonios-profesionales_CLAIMA20140321_0271_14

 

As fotos incluem terapias de todo tipo de orientações e correntes: bioenergéticas, gestálicas, freudianas e lacanianas, entre outras. Há desde consultórios privados, livings dos terapeutas e salas austeras de hospitais públicos como a do Hospital Ameghino. O levantamento destes lugares forma parte do proyecto Tyrannus, onde há mais informações sobre o tema.

marina-zuccon-interiorismo-en-terapia-02

ccr2_12
ccr4_0

 

Espero que a gente tenha a oportunidade de ver esta mostra, outra vez, em outro lugar.

Poster-Tyrannus-catalogo

6 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *