Com o aeroporto de Mendoza fechado, descubra San Juan

posta-inca-san-juan

O aeroporto de Mendoza está fechado para a construção da nova pista e os voos originalmente programados para aterrizar ali serão desviados para San Juan, San Luis e San Rafael. Das três “cidades-santos”, a mais perto de Mendoza é San Juan. Matéria de Sílvia Backes.

Esta pode ser uma ótima oportunidade para conhecer um lugar muito pouco visitado por brasileiros. A capital San Juan não é das mais lindas se comparadas com outras cidades da região, devido principalmente à modernidade meio bagunçada das suas construções e à arquitetura anti-sísmica. Mas tem muita história, vinicultura e atrativos naturais.

A cidade foi totalmente destruída por um terremoto de 7,8 na escala Richter em 1944.

Curiosidade: foi em um evento para arrecadar fundos para as vítimas deste terremoto que Perón e Evita se conheceram, e o resto é história que até hoje é muito marcante na Argentina.

san-juan

Cidade foi destruída por um terremoto. Foto Diario de Cuyo

Rota do Vinho

Comece aprendendo sobre a vinicultura da região. Muitos não sabem, mas a província de San Juan é histórica produtora de vinhos, antes mesmo de que Mendoza estourasse nos mercados internacionais. Bodegas como Pulenta, Graffigna e Callia são bastante conhecidas. A província tem uma Rota do Vinho, com diferentes circuitos.

Nós optamos por conhecer a Champañera Miguel Más, de pequena produção familiar e orgânica.

san-juan-miguel-mas-producao

Fotos: gentileza Champañera Más. A produção se concentra em apenas 2 hectares.

Localizada no município de Pocitos, a 25 km da capital, pela mítica Ruta 40, a pequena propriedade vale a pena ser visitada para conhecer o seu nobre método champenoise de elaboração de espumantes. A degustação é muito instrutiva e deliciosa e o dono sempre aparece para cumprimentar e responder alguma pergunta com bastante simpatia. Também vale a pena colocar alguns quilinhos a mais na mala com os produtos orgânicos elaborados ali, como o vinagre balsâmico, o doce de uva e a conserva de tomate verde.

san-juan-metodo-champ

Tradicional método champenoise de girar as garrafas

san-juan-miguel-mas-3

Não deixe de fazer a degustação

Seguindo na linha para os amantes do vinho, no centro de San Juan está o Museu do Vinho Graffigna (aberto somente de quinta a sábado), instalado na antiga bodega da empresa. É um prédio muito bonito por dentro e o museu está bem armado.

Casa de Sarmiento

civilizacion y barbarieA cidade tem uma referência histórica importantíssima, pois foi onde nasceu Domingo Faustino Sarmiento, jornalista, escritor e presidente da Argentina entre 1868 e 1874. Figura polêmica pelo seu afã civilizatório através da educação, mas com uma ideia de civilização baseada em valores ocidentais avassaladores.

Seu livro Facundo – Civilización y Barbarie – Vida de Juan Facundo Quiroga(1845) é um profundo retrato do caudilhismo daquela época. Um dos fatos incontestáveis é que ele deixou marcas profundas na educação pública deste país.

A casa de Sarmiento é uma das atrações da cidade – foi o primeiro monumento histórico declarado na Argentina, em 1910.

casa-sarmiento-2

Fotos San Juan Turismo

casa-sarmiento-1

Dá para posar na frente da casa, com o “prócer”

Foi transformada em um museu com móveis da época, a biblioteca dele e muito material sobre a conturbada história do século 19 na Argentina, século que ele viveu quase todo, exercendo grande influência intelectual e política.

São sete salas de exibição. Pode-se posar com ele no banco do lado de fora da casa, o que parece que dá margem para muitas fotos divertidas subidas na internet com o prócer argentino.

Onde comer – La Castellana

Um dos melhores restaurantes da cidade é o La Castellana, típico bodegón com uma oferta bem variada e que lota na sexta e sábado à noite e domingo no almoço. Tomado por reservas nesses dias, a única forma de ir é em horário mais cedo ou bem mais tarde. Entre as especialidades da casa, o “pollo al ajo”, as paellas e as lulas recheadas.

Natureza – Sierra de la Dehesa

Quanto à natureza, San Juan não deixa nada a desejar a outras capitais da região. Para uma excursão de um dia, altamente recomendável é a organizada pela Posta Inca Turismo, atendida de maneira excelente pelo Cristian, dono e guia com excelente conhecimento e qualidade humana.

Uma das excursões oferecidas vai de veículo 4×4 até a Sierra de la Dehesa na pré-cordilheira, passando por lindas paisagens ao redor da capital.

san-juan-posta-inca-turismo-1

Fotos Posta Inca Turismo

San Juan Silvia Gabriel

Região é de pré-cordilheira, com paisagens alucinantes.

A caminhada é entre desfiladeiros com vários tons de terra vermelha, mas que neste dia da foto estavam salpicados com uma neve fininha que caiu pela manhã. Pode-se avistar águias e condores. Terminado o passeio, Cristian espera os famintos caminhantes com um delicioso piquenique feito com produtos locais.

san juan picnic

Passeio termina com “picada” em meio às montanhas

O fim do passeio termina com uma visita a uma fábrica de azeite de oliva, uma das atrações mais bem recomendadas da cidade. Mais quilos na mala com azeites da região, famosos pelo seu aroma e tonalidade verde escuro, o verdadeiro verde-oliva.

San Juan é uma agradável surpresa, fora do circuito turístico mais conhecido, mas com uma boa oferta de atrações para dois dias.

Porém, quem tiver mais tempo, não pode perder a excursão para o Valle de la Luna, de preferência em época de lua cheia. Mas isso já é assunto para outro post…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *