Foz do Iguaçu: Mesquita árabe + Templo budista + Três fronteiras

templo budista foz do iguacu gisele teixeira

A região de Foz do Iguaçu tem dois lugares menos conhecidos, mas que valem a visita: a Mesquita Árabe e o Templo Budista, que passam batido por quem faz só o circuito das águas. Junto com eles você pode fazer também a visita ao Monumento às Três Fronteiras, que foi reinaugurado em dezembro de 2016  e está bem bacana.

Foz do Iguaçu – Mesquita Árabe

foz do iguaçu

Fotos Gisele Teixeira

Novidade: não sabia que Foz do Iguaçu tinha a segunda maior colônia árabe do Brasil (atrás somente de São Paulo) e que era, proporcionalmente, a cidade com a maior comunidade islâmica do país. Tem, inclusive, uma lei municipal que instituiu  no município o dia 12 de maio como o Dia Municipal do Povo Muçulmano. Bueno, não é difícil desconfiar disso assim que você chega lá – basta ver a quantidade de restaurantes oferecendo esfihas e sharwarmas.

A Mesquita Omar Ibn Al-Khatab foi inaugurada em 1983 e tem 600 m²  de área construída. Sua orientação é dada pelo Mihrab, feito na parede posterior da Mesquita e indicativo da direção da cidade sagrada de Meca, para onde o muçulmano volta a face quando está em oração. O lugar está aberto à visitação, mas para visitá-lo é preciso respeitar as normas da casa, como deixar os sapatos do lado de fora e colocar o véu (somente para as mulheres).

mesquita foz do iguacu2

Uma tevê mostra Meca em tempo real

mesquita foz do igtuacu

Não tem filtro. Por dentro é assim, toda azul. Fotos Gisele Teixeira

Bem em frente à Mesquita, seguindo a Silvia Oliveira, do blog Matraqueando, fui conhecer a  Almanara Doceria Árabe. Um escândalo! E isso que nem sou de doces. Entrem, provem, levem para a casa, como eu. Fui antes do almoço e comprei uma quantidade pequena, não levando fé. Me arrependi! O dono é o libanês Bayan Abdulbaki, que segue a tradição começada pelo bisavô, há mais de 100 anos, no Líbano.

mesquita doces

Doce que não é excessivamente doce. Uma maravilha.

A três quadras da Mesquita está o restaurante Castelo Libanês, que também recomendo. Tudo uma delícia, com preço mais do justo. Almoço à la carte. Comi o prato mix, com dois espetinhos de kafta, e estava primoroso.

CATARATAS DO IGUAÇU:

ONDE É QUE FICA, QUANDO IR E ONDE SE HOSPEDAR

 

Foz do Iguaçu – Templo Budista

 

foz do iguacu templo budista Gisele Teixeira

Esse templo fica meio longinho do centro, na parte alta da cidade, de onde se tem uma visão de parte do centro da cidade de Foz do Iguaçu e de Ciudad del Este (Paraguai). Para quem não está de carro, é fácil de chegar de ônibus. É preciso ir ao terminal do centro e tomar o 130. Importante: cuidado com a volta, porque ele passa de 40 em 40 minutos somente.

foz do iguacu templo budista gisele teixeira

O local foi construído em 1996 a abriga 120 estátuas, sendo 108 delas com 2,5 metros de altura, distribuídas e alinhadas em direção ao pôr do sol. Entre os destaques, um Buda de 7 metros de altura e o templo, obviamente. Não faça esse passeio correndo, aproveite para descansar e curtir um momento de introspeção. A entrada no Templo é gratuita e a visitação acontece de Terça à Domingo, das 9h30 às 17h.

foz do iguacu templo budista gisele teixeira

foz do iguacu templo budista gisele teixeira

 

DESCUBRA O TEMPLO BUDISTA DE TRÊS COROAS

 

foz do iguacu templo budista gisele teixeira

 

Foz do Iguaçu – Marco das Três Fronteiras

Inaugurado em 1903, o Marco das Três Fronteiras é composto por três estruturas, uma em Foz do Iguaçu, uma em Ciudad del Este e a outra em Puerto Iguazú, que são caracterizadas pelas cores da bandeira de cada país. Depois de muito tempo esquecido, foi completamente revitalizado no ano passado com a implantação de um novo projeto turístico.

O lugar marca onde se encontram os rios Iguaçu e Paraná, mas mais do isso simboliza a uniao de três nações  – Argentina, Brasil e Paraguai. O novo passeio, agora com a cobrança de ingresso, inclui novas construções, como a que homenageia as Missões Jesuíticas, com ambientação visual e sonora e uma projeção de 12 minutos sobre Cabeza de Vaca, o primeiro homem branco a ver as Cataratas do Iguaçu em 1542 (que muitas vezes é esquecido pela própria cidade) e sobre a formação política e social da cidade.

No local também há um restaurante e um parque infantil. A proposta do novo projeto é que o ponto turístico seja uma opção para o final de tarde e para as noites dos turistas.

Endereços:

Mesquita: Abre de segunda a sexta, 9h às 11h30 e 14h às 17h30; sábado, 9h às 11h30. Grátis.  Rua Meca, 599.

Almanara Doceria: Rua Meca, 642

Castelo Libanês: Rua Vinícius de Morais, 520. Funciona de terça a domingo.

Templo Budista:  Rua Dr. Josivalter Vila Nova, 99. De terça à domingo, das 9h30 às 17h.

Marco das Três Fronteiras: Rua Marco das Três Fronteiras, s/n, Foz do Iguaçu/PR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *